História

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

UMA HISTÓRIA PARA SE ORGULHAR

O Esporte Clube Santo André foi fundado em 18 de setembro de 1967, na época como Santo André Futebol Clube, visando criar-se uma forte equipe, como eram as principais do Interior.

A idéia surgiu na Liga de Futebol Amador da cidade, do então presidente Wigand Rodrigues dos Santos, ganhou corpo entre os esportistas, evoluiu e foi concretizada numa noite chuvosa.

Faltou energia elétrica durante a assembleia realizada no Tiro de Guerra, na Praça 18 do Forte, e não seria esse o primeiro desafio vencido no destino do Clube fundado à luz de velas.

O Santo André saiu do quase nada, da idéia abstrata de se representar o futebol profissional do município, para uma posição de destaque na história da modalidade esportiva.

O anúncio como clube profissional de futebol, candidato a participar do Campeonato da Federação Paulista, ocorreu em 20 de Janeiro de 1968, no Paço Municipal, com muita festa.

Em 22 de março de 1975, a jovem equipe passou a chamar-se Esporte Clube Santo André, e foram trocadas também as cores do uniforme. O verde e amarelo dava lugar ao azul e branco.

AS CONQUISTAS MAIS IMPORTANTES

O primeiro grande marco na história do Santo André aconteceu em 1975 quando conquistou o título do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (na época, sem o acesso à Série A).

O feito se repetiu em 1981 quando conquistou o mesmo titulo e, pela primeira vez, subiu para a elite do futebol paulista. Já em 1984, o clube se destacou também no cenário nacional.

Neste ano, o Ramalhão, como passou a ser carinhosamente chamado, conquistou o direito de participar do Campeonato Brasileiro da Série A, e fez bonito, ficando na 10ª colocação.

Em 2003, conquistou o título da Copa São Paulo de Juniores, depois ficou na segunda posição do Campeonato Brasileiro da Série C, o que lhe rendeu vaga para a Série B de 2004.

E na série principal, o Santo André conquistou o título da Copa Estado de São Paulo, o que garantiu, para 2004, a participação na Copa do Brasil – o segundo torneio mais importante do país.

Estreante na Copa do Brasil, o clube do ABC surpreendeu com grande campanha e vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo na final, conquistando o título em pleno Maracanã lotado de torcedores.

Com o título, o Ramalhão garantiu inédita vaga para a disputa da Libertadores, e mesmo eliminado na primeira fase, honrou o Brasil, aplicando goleada por 6 a 0 sobre o Deportivo Táchira.

Após temporadas apagadas em 2006 e 2007, o Clube voltou com tudo em 2008, passando como furacão pela Série A-2 do Paulista onde conquistou o título com certa facilidade.

No final do mesmo ano, o E. C. Santo André conquistou vaga por antecipação para competir na principal divisão do futebol brasileiro de 2009 – quando o Corinthians foi o campeão.

Orgulhosamente, lembram os torcedores, nesta campanha: o Santo André foi o único que não perdeu para o Timão. Foram dois empates: 1 a 1, no Bruno Daniel, e 2 a 2, no Pacaembu.<\span>

CURIOSIDADES

Participações no Brasileiro Série A:
Duas (1984 e 2009)


Participações no Brasileiro Série B:

Nove (1986, 1987, 1989, 2004, 2008 e 2010).

Participações no Brasileiro Série C:
Dez (1988, 1994, 1995, 1998, 2000, 2003, 2011 e 2012).

Participações no Brasileiro Série D:
Uma (2013).

CURIOSIDADES

Participações no Campeonato Paulista Série A:
Vinte e quatro (1982 a 1994, 2002 a 2007, 2009 a 2011, 2017 e 2018).


Maior goleada
Em disputa da Série C do Brasileirão:
Venceu em 2001 por 5 a 0 a equipe do Atlético Sorocaba (SP).

Artilharia:
Os maiores artilheiros da história do Ramalhão são o atacante Tulica, com 63 gols marcados, Sandro Gaúcho, com 58 gols, e o meio-campista Arnaldinho, com 52 gols marcados.

NOSSO ESTÁDIO

O Clube utiliza para seus jogos o Estádio Municipal “Bruno José Daniel”, que pertence à prefeitura de Santo André, inaugurado em 14 de dezembro de 1969, no amistoso Santo André 0 x 4 Palmeiras.

A arena tem capacidade para 8.000 pessoas e o seu nome é uma homenagem ao saudoso político andreense e pai de Celso Daniel – ex-prefeito de Santo André assassinado em janeiro de 2002.

O recorde de público do Bruno Daniel é de 21 mil pessoas, em setembro de 1983, no empate sem gols entre Santo André e Corinthians, que marcou a despedida do corintiano Zé Maria.

FAÇA O DOWNLOAD DE NOSSO ACERVO DIGITAL

MASCOTE

HINO

UNIFORME

ESCUDO

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
X